fbpx

Marketing Jurídico: descubra as técnicas e tenha uma empresa bem sucedida!

AUTOR Valeria L. Miranda Queiroz / Data 4 setembro, 2018 / Categoria: Estratégias, Inbound Marketing, Marketing Digital

marketing jurídico

Marketing Jurídico: O que é e como funciona na prática.

Antes de tudo, tenho que assumir que o Marketing Jurídico é bem desafiador, devido às restrições da OAB. Entretanto você não pode ficar parado, precisa ampliar suas demandas. E você pode fazer isso de formal legal, de maneira que não interfira no regulamento do Código de Ética estabelecido na OAB!

Afinal, como em todo negócio, esperar de braços cruzados não trará resultados expressivos. Os clientes podem até vir por alguma indicação, mas depender 100% disso não é tão seguro. E para lhe ajudar nesta trajetória, separamos alguns passos importantes.

#1º Passo: Entenda porque o Marketing Jurídico é importante para sua advocacia

marketing jurídico

Sabe aquelas perguntas que se repetem diariamente, por pessoas diferentes?E se elas perguntassem diretamente a você?

Sabemos que a profissão de advogado é uma das mais tradicionais e prestigiadas que existe, assim como a medicina. E não faltam clientes buscando por ajuda legal nos mais variados campos de expertise.

Todavia, ainda existem os que duvidam que o Marketing Jurídico, seja realmente necessário para o sucesso. Entretanto, assim como para os outros nichos de mercado, o perfil do consumidor mudou.

Dessa  maneira, seu negócio precisa evoluir e estar preparado para as necessidades do público. Então, existem bons motivos para você adotar estratégias e se posicionar, à saber:

  • Competitividade no mercado;
  • Autoridade no meio jurídico;
  • Resultados promissores de entrada, com foco no exercício da profissão;

#2º Passo: Entenda o que o Provimento 94/2000 diz:

Marketing Jurídico

Marketing Jurídico

Certamente existe um cuidado para não ferir o Código de Ética, mas isso não significa que a advocacia não deva fazer marketing digital.

Além de permitir a publicidade em serviços de escritórios de advocacia, a Ordem dos Advogados do Brasil , deixa claro em seu código, que:

Por meio do provimento 94/2000 da OAB, que dispõe sobre a publicidade, propaganda e a informação da advocacia, foram regulamentadas as seguintes leis:

  • O advogado pode anunciar os seus serviços profissionais, individual ou coletivamente, com discrição e moderação, para finalidade exclusivamente informativa, vedada a divulgação em conjunto com outra atividade;
  • É permitida a publicidade informativa do advogado e da sociedade de advogados, contanto que se limite a levar ao conhecimento do público em geral, ou da clientela, em particular, dados objetivos e verdadeiros a respeito dos serviços de advocacia que se propõe a prestar, observadas as normas do Código de Ética e Disciplina e as deste Provimento;

#3º Passo: Saiba que tipo de ação de marketing pode ser feita sem ferir o código:

Marketing juridico

Com o Marketing de Conteúdo, você pode produzir conteúdos voltados para o seu público-alvo

O propósito do Marketing Jurídico digital é manter um relacionamento com o cliente, entregando algo que agregue. E para desenvolver estas ações sem ferir o Código de Ética, a melhor forma é através do Inbound Marketing. Mas além disso, você pode:

  • Ter uma marca definida;
  • Ter um Web Site;
  • Pode fazer ações em mídias sociais;
  • Ter ações de Google Adwords e etc;

Desmistificando então, não existem impedimentos em relação à publicidade do advogado ou do escritório de advocacia no meio digital. Existem regras estabelecidas que bem interpretadas e com o suporte de uma consultoria de marketing digital, você terá a oportunidade de expandir seu negócio entregando informações relevantes para o seu público alvo.

O Marketing Jurídico digital respeita os valores da profissão, firma o escritório como uma referência e o aproxima do seu público-alvo por meio da produção de conteúdo de valor. A estratégia está totalmente de acordo com o Provimento 94/2000 e é uma grande solução para os escritórios de advocacia conquistarem clientes. (Daniela Claudino Resultados Digitais)

#4º Passo: Entenda como o inbound marketing pode lhe ajudar:

marketing jurídico

Encante os clientes e mantenha-os engajados

Além das visitas e folders explicativos, você precisa estar atento aos novos meios eficazes e mensuráveis de relacionar-se com o seu público. Você pode monitorar seus processos automaticamente, construindo um CRM, aberto à uma comunicação mais clara, utilizando ações de  Inbound Marketing.

Você precisa entregar conteúdo de valor e desta forma criar um funil de vendas, com a estratégia de:

  • Atrair: Conquistar atenção de pessoas interessadas em encontrar conteúdo jurídico ou um bom advogado para ajudá-lo(a)
  • Converter: Traçar alguma estratégia, entregar algum material relevante e “em troca ” disso conseguir informações e contatos (nome, e-mail, telefone) destas pessoas para interação e apresentação de quem é você e o que seu negócio faz;
  • Vender: As pessoas já se sentiram atraídas pela suas entregas relevantes, você já apresentou o seu negócio e as formas de prestar auxílio. Agora, se elas estiverem precisando de um advogado, você é a primeira opção de fechamento;
  • Encantar: Depois do serviço prestado(venda realizada e entregue), já se foi o tempo que você pode deixar o cliente ir embora. Reter é muito mais barato que conquistar um novo cliente. Desta forma, você não precisa abandonar um contato, afinal ele pode lhe pedir alguma demanda futura ou lhe indicar para algum amigo ou familiar com o mesmo problema. Portanto, fidelize seu cliente! Mantenha relacionamento, para que ele se torne um cliente recorrente.

Dentro do Inbound Marketing você vai entender a importância de investir em Marketing de conteúdo:

Produzir conteúdo relevante é uma prática muito saudável, pois além de não ser invasiva, gera valor para as pessoas. Ela também entra nos parâmetros de Marketing Jurídico imposto pelo Código de Ética da profissão.

Segundo uma pesquisa da Kantar Ibope Media, 73% dos internautas brasileiros afirmam que recorrem à internet para se informar antes de comprar alguma coisa. Dessa forma a produção de conteúdo é um mar navegável e bem azul!

É natural que o seu público vá digitar no Google as “perguntas” que irão norteá-los na solução de problemas. Mas atenção, não adianta produzir de qualquer forma, você precisa mensurar os resultados.

É muito importante criar uma automação de marketing, para que o seu conteúdo seja entregue para a pessoa certa e no estágio correto.

Em resumo, o Marketing Jurídico é uma das armas mais valiosas que você pode usar para se diferenciar no mercado, estabelecer credibilidade com os clientes e criar oportunidades para a carreira.

E aí, gostou da ideia de aumentar o seu número de clientes e estabelecer uma relação diferenciada (e automatizada) com eles, sem ferir o Código de Ética?

Se a resposta for sim, conte conosco. Será um prazer trilharmos uma trajetória de sucesso!

Veja esse vídeo sobre o assunto:

 


3 comentário sobre

Marketing Jurídico: descubra as técnicas e tenha uma empresa bem sucedida!

  1. David Santos David Santos disse:

    Ótimo conteúdo, Valéria! Desta forma os advogados podem se favorecer do marketing jurídico digital para captar novos clientes e expandirem seu negócio!

  2. Avatar Francisco Duarte disse:

    Valeria, interessante!! Afinal aplicações de ações orientadas de Marketing é um trabalho bastante abrangente, logo, porque não no meio Jurídico? Estou repassando para alguns advogados, conhecidos e contatos meus. Abs

    1. Valeria L. Miranda Queiroz Valeria L. Miranda Queiroz disse:

      Francisco agradeço por sempre acompanhar os nossos conteúdos, que bom que ele foi útil! Caso queira conversar sobre estou à disposição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *